Os Agentes da PSP que dispararam para o ar em jogo de futebol, vão ser alvo de processo disciplinar. tudo aconteceu no passado domingo (17 de outubro), no Montijo, com a PSP a fazer disparos de arma de fogo para o ar.

A PSP disse em comunicado que “foi aberto um inquérito disciplinar para averiguar se os recursos a arma de fogo cumpriram com a legislação e regulamentação interna aplicáveis”.

O que originou os disparados foram “agressões entre diversos cidadãos que participavam no evento desportivo, incluindo adeptos das duas equipas, que invadiram o campo”.

“O efetivo policial destacado no local, para garantir a segurança do evento desportivo, interveio imediatamente para terminar os desacatos e as agressões em curso”, referiu a PSP, acrescentando que “três polícias produziram disparos de advertência, com arma de fogo, para o ar”, tendo sido “possível fazer cessar a desordem e as agressões e repor a ordem pública no recinto desportivo”.

“Da ação policial, incluindo dos disparos produzidos, não resultaram ferimentos nem danos”, referiu.