Ângela Ferreira não cabe em si de contente: “Já posso iniciar os tratamentos…”, disse a jovem que deu a cara na reportagem da TVI “Amor Sem Fim” e queria engravidar do falecido marido.

Em fevereiro de 2020, Ângela Ferreira disse que depois do falecimento do marido, Hugo na sequência de um cancro terminal, pretendia continua a história de amor e luta e engravidar do falecido marido.

“O que aconteceu entre mim e o Hugo no início foi muito forte. Não há palavras”, atirou Ângela.

Hugo morreu vitima de cancro e 24 horas antes de morrer, casou com Ângela: “Ele só teve forças para dizer sim”.

Ângela Ferreira acabou por realizar uma inseminação artificial, porém dias após fazer análises no hospital, o resultado foi negativo.

As mulheres que o pretendam podem ter um filho dos cônjuges já falecidos sem restrições de técnicas.

À TVI, Ângela Ferreira disse: “Estou super feliz, finalmente agora não há dúvidas nenhumas e finalmente já posso iniciar os tratamentos que forem melhores para mim”.