António Pedro Cerdeira assume ficar com filho de Beauté, de quem é padrinho: “O Eduardo confiou em mim”. Ele está “um bocadinho anestesiado” com o desaparecimento do cabeleireiro.

O actor assumiu que pode vir a participar na educação do filho mais novo do cabeleireiro, o pequeno Eduardo, de 4 anos, de quem aceitou ser padrinho.

“Claro que pondero”, diz Cerdeira, de 49 anos, para a seguir garantir: “Equaciono todos os cenários. Para o que for preciso. O Eduardo confiou em mim. Eu não o quero desiludir e não o vou desiludir.”

António Pedro Cerdeira afirma que: “Vou agora tentar saber como é que são as coisas. Foi-me delegada essa responsabilidade pelo Eduardo. Aliás, as palavras dele foram: ‘Se algum dia me acontecer alguma coisa, pensei em pessoas que pudessem, de alguma forma, substituir-me’. Tenho essas palavras bem presentes.

Agora, quero informar-me. Estou cá para o que for necessário, porque quero que ele esteja em paz e quero também eu estar em paz”, sublinha.

Pai de Lourenço, de 17 anos e Afonso de 14, o actor revela que Beauté era um extraordinário pai”: “Como pai, estou à vontade para dizer isso. O Eduardo faz falta na vida dos filhos e sei do enorme amor que tinha por eles e o pai extremoso que era”, diz.

Ainda que o actor se disponha a cuidar do afilhado, Luís Borges quer manter os três filhos do cabeleireiro juntos, pelo que a sua intenção é tornar-se tutor legal dos mesmos.