“O Cláudio não tinha contrato nem subsidio de férias na SIC”, afirma Maya após a mudança do apresentador para a TVI.

«A Cristina [Ferreira] pode estar zangada com a direção da SIC que não salvaguardou o Cláudio Ramos. Ela é apanhada de surpresa só por uma razão: o Cláudio Ramos podia sair, não tinha contrato com a SIC. As pessoas percebam isto», diz Maya.

E continua: «O Cláudio tem 46 anos e não tinha um contrato. Ele não tinha direito a subsídio de férias, não tinha direito a baixas, não tinha direito a nada. Há uma série de pessoas na SIC que têm contrato com a estação e ele não tinha, era pago pelas produtoras. Por isso ele ontem pôde sair. Ele tem 46 anos e uma filha para criar. A SIC devia tê-lo tratado de outra maneira e não aconteceria esta saída», revela. 

A apresentadora disse no programa FLASHVidas!, da CMTV que: «Na verdade ele agora tem regalias, tem um contrato nas mãos. Dêem-lhe programa ou não ele é pago. Ele recebe o ordenado ao fim do mês»

Recorde-se que Cláudio Ramos será o apresentador do BB2020 (Big Brother), com estreia agendada já para o mês de março.