Quando e como se deve usar máscara nesta situação de pandemia? Até ao momento a OMS não aconselha o uso de máscaras pela população saudável, isto é, para as pessoas que não apresentam sintomas, avisando que quando mal utilizadas podem ser até mais prejudiciais do que benéficas.

“O uso de máscara de forma incorreta pode aumentar o risco de infeção, por estar mal colocada ou devido ao contacto das mãos com a cara.”, afirma a Direção Geral de Saúde, “

Além disso, o uso generalizado de máscaras pode, ao mesmo tempo, dar uma falsa sensação de segurança.

Mas então quando se aconselha o seu uso? As pessoas que possam estar infetadas, ou com sintomas de infeção respiratória (tosse ou espirro), devem usar máscara para evitar contagiar as que não estão infetadas, criando uma barreira de proteção: “as máscaras faciais são máscaras descartáveis para procedimentos cirúrgicos ou médicos e formam uma barreira física que previne a transmissão de vírus de uma pessoa doente para uma pessoa saudável, ao bloquear as partículas respiratórias/aerossóis expelidas pela tosse ou espirro.”

As pessoas saudáveis e sem sintomas devem apenas usar máscara se estiverem a cuidar de alguém com suspeita de infeção pelo novo coronavírus.

COMO USAR A MÁSCARA CORRETAMENTE

Se estás entre as pessoas a quem o uso de máscara é recomendado, há alguns cuidados que deve ter em conta, nomeadamente:

  • Antes de colocar a máscara, lavar as mãos com uma solução alcoólica ou com água e sabão.
  • Cobrir a boca e o nariz e certificar-se de que não fica nenhum espaço entre o rosto e a máscara.
  • Evitar tocar na máscara enquanto estiver a ser usada. Se houver contacto, lavar as mãos com uma solução alcoólica ou com água e sabão.
  • Substituir a máscara por uma nova se esta ficar húmida. Não reutilizar máscaras descartáveis.
  • No momento de retirar a máscara: remover pelas pegas ou elástico, de trás para a frente, e sem tocar na máscara; deitar imediatamente fora para um caixote tapado; lavar as mãos com uma solução alcoólica ou com água e sabão.