Um deputado do Chega tem um calote de 80 mil euros.

Filipe Melo, está condenado a pagar uma dívida de 80 493,55 euros, após três processos de execução, que poderão originar a penhora de uma parte do salário que ganha na Assembleia da República.

Segundo o portal “Citius”, a dívida do deputado existe porque “não se conseguiu encontrar bens penhoráveis suficientes para pagar as respetivas dívidas”.

“Ter dívidas não é crime. Eu devo e vou pagar. Aliás, sempre tencionei pagá-las e fui condenado a fazer uma coisa que já tencionava fazer”, afirmou ao mesmo jornal, Filipe Melo.