Uma escola de Lisboa proíbe o uso de minissaias, calções curtos, blusas decotadas e até chinelos. Quem não gostou foi Sónia Tavares que publicou o seu desagrado nas redes sociais: “Eu, em 1993, ia para a secundária vestida de Luís XV, de canudos no cabelo, sapato de fivela, folhos e calções e nunca a minha individualidade foi posta em questão por qualquer professor ou docente”, disse numa publicação no Instagram. “Estou maluca, ou estamos verdadeiramente a andar para trás?”, perguntou a cantora.

Muitas figuras públicas já comentaram a publicação, incluindo a cantora Márcia que afirmou: “E só há regras para meninas. Isto é inacreditável”.

Ana Markl também teceu um comentário diznedo: “Não posso crer”. Já Luís Borges ironizou em tom de brincadeira: “Vou ter de dar toda a roupa da minha filha”.

Podes ver a postagem a seguir: