O Estado vai comparticipar 250€ para compra de bicicleta elétrica. Segundo dados do Governo, o ano passado foram dados 1.170 no apoio a novos veículos elétricos.

O Estado já fez saber, porém, que vai deixar de apoiar a compra de carros elétricos acima de 62 500 euros.

As bicicletas são as que fazem agora parte dos novos apoios e o Estado tem 250€ por cada pessoas que decida adquirir uma.

É a primeira vez no nosso país que a compra de bicicletas elétricas terá apoio do Estado. Segundo a Antena 1, este  apoio será de 250 euros a cada pessoa até esgotar o valor previsto para esta medida. O incentivo será distribuído por ordem de chegada de cada candidatura.

Para te candidatares a este incentivo, o Secretário de Estado Adjunto da Mobilidade, José Mendes, afirma que, “o contribuinte terá de entregar a fatura que justifique a compra e também uma declaração do vendedor que refira que se trata de uma bicicleta elétrica para meios urbanos e citadinos, e não uma bicicleta destinada ao desporto (por exemplo, uma bicicleta de montanha com suspensão integral)”.

De acordo José Mendes, o Estado tem 3 milhões de euros para quem quiser adquirir veículos elétricos, como carros, motas e também bicicletas.

Para os particulares, o apoio pode chegar aos 3 mil euros e para as empresas será de 2250 euros por veículo, para um máximo de quatro veículos e não de cinco como era até agora.

Serão apenas considerados os veículos com preço inferior a 62 500 euros. Neste caso, o Estado considera que não são “veículos utilitários” e tendo em conta as verbas para o apoio à mobilidade elétrica é preferível canalizá-las para veículos de custo mais baixo.

As vendas de veículos elétricos registou em Portugal um aumento de 148% de 2017 para 2018.

Este incentivo à mobilidade elétrica previsto nas novas regras que será publicado nos próximos dias e promete fazer circular muitos mais veículos elétricos no nosso país.

Via: Pedro Pinto