Ficar perto de pessoas que só reclamam esgota as nossas energias. Os problemas são uma parte natural da vida, acontecem connosco, com os nossos amigos, entes queridos, até mesmo com as pessoas que consideramos incrivelmente sortudas.

Por outro lado, no entanto, se convivemos a todo momento com pessoas que apenas reclamam, as nossas energias acabam por se esgotar.

Portanto, para evitar os conflitos, é importante ser capaz de identificar as situações tóxicas, compreender como elas podem influenciar as nossas vidas e lidar com elas de forma sábia.

Por muito tempo, sentimo-nos tristes pelos infortúnios da outra pessoa, e buscamos muitas maneiras de ajudá-la a superar suas dificuldades.

No entanto, com o passar do tempo percebemos que o problema não está no resto do mundo, mas sim na própria pessoa, na maneira como ela resolve comportar-se diante da vida.

As pessoas viciadas em reclamar possuem a habilidade de criar sentimentos de pena nos interlocutores, que, muitas vezes, começam a perceber os seus problemas dessas pessoas como seus próprios.

Dessa maneira, sua felicidade e realização começa a depender de como seus amigos “reclamões” estão a sair-se na vida.

Sentimentos como frustração, culpa e tristeza começam a ser presente na vida dessas pessoas, resultando em alterações hormonais no cérebro que causam consequências negativas.

Essas pessoas não sabem lidar com as fases difíceis da vida e vivem num estado constante de frustração e culpa, usando as suas energias para reclamar, ao invés de buscar solucionar os seus problemas.

Se perceberes que as tuas tentativas de ajudar são em vão, o melhor a fazer é afastares-te e te concentrares no teu próprio sucesso.

Mantém uma distância saudável Quando perceberes que essas pessoas estão a tentar manipular-te com o seu comportamento, mantém uma distância saudável para não cederes aos seus comportamentos tóxicos.

Se te recusares a ouvir as suas queixas constantes, elas perceberão que não estás disposto a receber as suas energias negativas.

Então, se chegaste ao teu limite, sê franco em relação à atitude da outra pessoa, mostrando que ela tem total responsabilidade sobre a tua vida e a tua situação atual.

Créditos: Cinema na Floresta