«Ganho um dinheiro fixe, mas não é a minha vida», afirma Pipoca Mais Doce. Ana Garcia Martins reagiu através de vídeo a tudo o que se passou ontem na gala de expulsão do Big Brother.

Numa primeira reação a blogger afirma que: «O papel dos comentadores foi mudando ao longo das últimas edições… Deixou de ser o comentador que está ali a dizer que sim a tudo, a passar pano nos concorrentes e passou a ser um comentador que elogia quando tem de elogiar, mas critica e aponta as atitudes menos corretas que os jogadores têm enquanto concorrentes».

«Acho que o BB2020 trouxe vários assuntos fraturantes para debate como o feminismo, o veganismo, proteção do meio ambiente, homofobia, etc. Foi uma edição muito disruptiva pela positiva porque meteu as pessoas dentro e fora da casa sobre vários assuntos importantes».

O que eu sinto é que houve uma regressão. Passou-se a aceitar e quase a normalizar comportamentos muito pouco dignificantes como aquele que aconteceu ontem na gala. Eu não falo em nome de todos os comentadores. Posso falar por mim e enquanto comentadora podem apontar-me o nome, por ser demasiado corrosiva, por ser injusta, imparcial, o que quiserem. A partir do momento que deixa de assim ser e passamos ao campo da ofensa pela ofensa, essa linha não pode ser ultrapassada e ontem foi».

Mais tarde, Ana Garcia Martins teve uma nova reação onde faz novas afirmações.

«O Big Brother é uma fatia ínfima da minha vida e daquilo que faço (…) sempre adorei comentar e sempre o fiz nas minhas redes sociais, convidaram-me para comentadora, adoro, divirto-me imenso, com os meus colegas, ganho um dinheiro fixe não vou dizer que não mas não é a minha vida».