Gouveia e Melo foi insultado: “Genocídio e assassino”. O vice-almirante foi recebido em protesto e com empurrões no centro da vacinação de Covid de Odivelas.

“Há sempre pessoas que têm direito à sua opinião, no entanto, esse direito não pode implicar a dos outros. O uso de insultos afasta-nos do estado democrático em que vivemos. O obscurantismo é triste”, disse Gouveia e Melo

Quanto ao processo de vacinação O vice-almirante refere que “as pessoas apresentam-se de forma livre. Não devemos ter medo! Medo de quê? Peço para nos ajudarem a passa a importância da vacinação dos jovens”, disse.

Gouveia e Mela foi escoltado da PSP e novamente vaiado pelos manifestantes, resistentes na colocação de máscara.