A IKEA bateu com a porta à Rússia e fechou todas as lojas, naquele país: A devastadora guerra na Ucrânia é uma tragédia humana e a nossa empatia e preocupação está com os milhões de vítimas”, afirmou a multinacional.

E continuou: “A guerra está a ter um enorme impacto humano. Está também a provocar sérios problemas na cadeia de abastecimento e no mercado. Por todos estes motivos, a IKEA decidiu temporariamente interromper todas as operações na Rússia.”

A empresa sueca já garantiu que irá pagar e a garantir o apoio e a segurança dos seus trabalhadores e famílias na Rússia.