Após nega de boleia da PSP, Ivo Rosa foi obrigado a andar de autocarro. Tudo aconteceu no aeroporto do Funchal, tendo o juiz acabado por se ver obrigado a andar de autocarro.

A informação foi avançada pelo Correio da Manhã que refere que as férias de Ivo Rosa à chegada à Madeira começaram atribuladas no passado fim de semana. O juíz encontrava-se a aguardar escolta policial, mas assim que chegou ao aeroporto da Madeira “levou tampa” e foi de autocarro para a sua casa localizada em Santana. Tudo porque o agente destacado para o levar também estava “a pé”. O comandante regional da Madeira acabou por esclarecer a situação bizarra.

Ivo Rosa tem direito a um carro oficial – cedido pelo Ministério da Justiça – e dois agentes do Corpo de Segurança Pessoal, pelo cargo que ocupada, mas a falta motoristas são os agentes policiais quem conduzem o Juíz aquando das suas deslocações em território continental.

Este fim de semana, Ivo Rosa foi acompanhado à entrada no avião e recebido também por um agente da PSP na ilha da Madeira para o escoltar, mas apenas isso dado não haver autorização para que alguém o levasse a casa.