O Livre continua a receber 165 mil euros por ano de subvenção apesar de ficar sem representação parlamentar. O partido Livre obteve um total de 57.172 votos, além de ter eleito uma deputada, Joacine Katar Moreira, cabeça-de-lista pelo distrito de Lisboa.

Como tal, mesmo depois de retirar a confiança política a Joacine Katar Moreira, ficando sem representação parlamentar, o facto é que o Livre vai continuar a receber a subvenção pública de 165 mil euros por cada ano da presente legislatura, na medida em que obteve mais de 50 mil votos.

Isto porque, a subvenção pública para financiamento dos partidos políticos, atribuída aos partidos que obtêm representação parlamentar e também aos partidos que, mesmo sem representação parlamentar, tenham acumulado mais de 50 mil votos nas eleições legislativas.