Daniel Souza , o ex-marido Luciana Abreu quer 200 mil. A actriz conseguiu de Djaló uma pensão milionária para as filhas em cerca de 160 mil euros, mas agora tem um outro problema.

Segundo informação do Correio da Manhã, quer que Luciana Abreu lhe pague 200 mil euros. Ele diz que este foi o montante investido na compra de uma moradia com a cantora.

A casa está avaliada em 500 mil euros e terá ficado apenas em nome da empresa da actriz. Terá sido o o guia turístico a pagar a entrada da casa, os tais 200 mil euros. É esse dinheiro que exige que seja devolvido.

Também recentemente, Luciana Abreu veio a público afirmar que não desiste do amor: “Eu mereço ser feliz”. Após dois casamentos que foram um fracasso, Luciana revela que pretende ter alguém a seu lado e refazer a sua vida sentimental.

«Não fechei as portas ao amor. Nem pensar. Eu mereço ser feliz», disse a actriz, revelando porém que «não penso nisso. Por mais que quisesse, não estou com tempo disponível para isso. E há outra coisa fundamental: não precisamos de ninguém para ser felizes.

Aprendi a ser feliz comigo. Quando encontramos esse equilíbrio, não há o porquê de correr e o porquê de procurar onde não é preciso achar. Temos de viver cada fase na sua plenitude.»

Quanto ao caso que enfenta com Daniel Souza, a acantora revela que não pode falar: «porque não estou autorizada, porque, para proteger as minhas filhas do outro lado, também tenho de dar o exemplo, como tenho dado»

Luciana confessa aida que nos momentos menos bons por que passa «Até as tristezas são motivos para festa. Temos de celebrar cada momento, dar valor e aprender com aquilo que nos é posto no caminho», revelouu.

A actriz e vantora faz ainda um rasgado elogio aos seus padrinho por afinidade: «O meu padrinho e a minha madrinha, ambos médicos, têm uma visão mais racional e, muitas vezes, chamaram-me à Terra. E eu cá desci. Estou aqui, estou bem, estou plena, a passar a melhor fase da minha vida», disse.

Luciana admite que as gémeas Amour e Valentine, mantêm contacto regular com o pai e a família deste: «Elas têm uma família enorme. Têm tios, primos, avós… Quando vão lá para cima, vão aos 15 dias. Já foram um mês inteiro. O meu coração de mãe fica apertadinho, mas faz parte do crescimento. Elas têm direito a tudo isso. E, se elas têm, porque não usufruir? Eles amam-nas. E esse amor faz parte das vidas delas», disse.