Luísa Castel-Branco assume estar doente e incapacitada, nas suas redes sociais: “O meu único voto para este ano era conseguir ser positiva, otimista. Nem de propósito, desde a última semana de janeiro até agora tenho estado doente e incapacitada de fazer seja o que for“, disse.

“É o preço a pagar por uma doença auto-imune, e consequentemente um sistema imunitário tão fraco que não tem defesas. As minhas desculpas às alunas inscritas no curso de crochet. Se Deus quiser lá estaremos no dia 25. O meu muito obrigada aos espectadores da Passadeira Vermelha pelas vossas mensagens. Até breve, com o máximo do optimismo que consigo.”, rematou.