Após o nascimento do bebé, mãe não terá uma noite de sono normal durante 6 anos, aponta um estudo realizado da Universidade de Warwick, da Inglaterra.

O nascimento de um bebé tem efeitos drásticos a curto prazo no sono das mães, principalmente durante os primeiros três meses após o nascimento. E mais: os efeitos da privação do sono podem prolongar-se até 6 anos.

Ainda de acordo com a pesquisa, divulgada pela revista científica Sleep, seis anos depois do nascimento da criança, as mães ainda dormiam 20 minutos a menos, enquanto os pais permaneciam com 15 minutos a menos de sono. O descanso satisfatório não se recupera completamente até os níveis anteriores à gravidez, segundo os pesquisadores.

“As mulheres tendem a experimentar mais distúrbios do sono do que os homens, indicando que as mães ainda desempenham com maior intensidade o papel de cuidadora”, afirmou Sakari Lemola, do Departamento de Psicologia da Universidade de Warwick.

O estudo revela ainda que pais pela primeira vez sentiam mais os efeitos da privação do sono, em comparação com aqueles que já tinham outros filhos.