O mandado de Detenção de Rendeiro foi bloqueado por faltar um “de” no nome. O Tribunal enganou-se no nome o que invalidou o Mandado de Detenção Europeu original emitido para o ex-administrador do BPP João Rendeiro.

Segundo um documento emitido pelos Sistemas de Segurança Interna “desconformidades com as regras técnicas de preenchimento” impedem a detenção de Rendeiro

O mesmo documento aponta que “todo o restante texto do mandado (…) está devidamente preenchido e, por essa razão, deve ser mantido sem qualquer alteração”.