A mansão de Putin possui igreja e túnel privado para a praia. Numa reportagem da BBC, realizada pelo opositor russo, Alexei Navalny, esta revela que Vladimir Putin, de forma ilícita comprou um palácio no Mar Negro.

A equipa de Navalny refere que o líder russo comprou uma mansão avaliada em mil milhões de dólares. O homem afirma que a propriedade foi paga “com o maior suborno da história”. Na filmagem, o advogado diz que o palácio foi construído com fundos ilícitos que teriam sido fornecidos à Putin por oligarcas do petróleo e bilionários.

“(Eles) construíram um palácio para o seu chefe com esse dinheiro […] Tem cercas inexpugnáveis, o seu próprio porto, a sua própria segurança, uma igreja, o seu próprio sistema de segurança, uma zona de exclusão aérea e até mesmo seu próprio posto de controle de fronteira”, afirma Navalny.

Vê o vídeo a seguir: