Maria Vieira rasgou PS: “banca rota que está já aí ao virar da esquina…”, disse a candidata à Assembleia da República pelo Chega!, na sua página no Facebook.

“Ontem vivi uma das noites mais emocionantes da minha vida! Desde o final de 2016, quando me assumi como uma mulher e uma actriz conservadora e de Direita e numa altura em que o CHEGA ainda nem sequer existia que, apenas com o apoio do meu marido (o meu companheiro de há já 36 anos)”, referiu Vieira.

E continuou: “A tudo e a todos resisti, sempre de cabeça erguida e com a ajuda que Deus me tem concedido ao longo da vida e ontem foi com risos e com lágrimas que vi o meu partido, também contra tudo e contra todos, eleger 12 deputados e transformar-se na terceira maior força política nacional e no partido conservador e de Direita que ultimamente mais cresceu no continente europeu!”.

Dura nas palavras, escreveu ainda: “E agora vamos atrás do António Costa, porque a banca rota que está já aí ao virar da esquina e a Troika que se lhe irá seguir não permitirão que os socialistas corruptos, mentirosos, incompetentes e ladrões fiquem mais 4 anos no poder, fazendo as mesmas barbaridades que já fazem desde 2015!”.

“Custa realmente a acreditar que um partido que já nos «ofereceu» três bancas rotas (2 por obra e graça de Mário Soares e uma pelo inenarrável José Sócrates) ainda tenha conseguido enganar mais de 2 milhões de portugueses que resolveram voltar a cometer o erro de entregar, por assim dizer, o ouro ao bandido socialista, mas eu acredito que em breve o CHEGA estará a lutar pela liderança do país e que o Dr. André Ventura será, mais cedo do que mais tarde, o próximo primeiro-ministro de Portugal!”, revelou.

“Pela minha parte continuarei orgulhosamente a representar o meu partido durante os próximos 4 anos, na qualidade de Deputada Municipal de Cascais, lutando pelos interesses e pelos direitos de todos os cascalenses e aguardando serenamente pela nossa hora, a hora do CHEGA se tornar governo em Portugal”, frisou.