Putin avisou que nada fará travar a ofensiva russa na Ucrânia. O presidente russo disse que a Rússia irá alcançar os seus “objetivos nobres” na Ucrânia e prometeu que o Ocidente não isolará o seu regime porque “é impossível isolar alguém no mundo moderno”.

Vladimir Putin também disse que as negociações de paz pararam e culpou a Ucrânia, já que o governo de Kiev deixou as negociações “num impasse” e difícil de superar.

O líder russo assegurou que nada poderia parar a Rússia até que tomasse o controle do Donbass, alegando que o objetivo da invasão era “salvar o povo e manter a Rússia segura”, que ele classificou como “claro e nobre”.