Quem faz a diferença na tua vida és tu. Não desistas nunca de ser quem tu és! Não desista nunca de ti, da tua verdade, de despertar para a realidade em que acreditas!

É possível viver de forma diferente dos padrões impostos por quem quer que seja, sem precisar temer o julgamento alheio. Deixar as pessoas serem senhores e juízes da nossa vida é um fcator importante que inibe o nosso poder de decisão e a liberdade de existir plenamente.

Com o passar dos tempos, constatamos que raros são aqueles que se movem para nos estender a mão em momentos difíceis, mas que é imensa a quantidade dos que julgam nossa vida e nossas escolhas.

Portanto, não tenhas medo de ser consciente de quem és, de despertar para a realidade em que acreditas, para essa paixão que vive dentro de ti, intensificando o teu amor-próprio, ajustando um relacionamento interno na tua mais íntegra intimidade, que é a tua verdade, o teu jeito de ser, a tua eficiência, a tua essência valorizada, a imagem que tens em ti mesmo.

É óbvio que é imprescindível traçar a tua felicidade de uma forma que não impeça ou atrapalhe a felicidade alheia, procurando crescer sem diminuir o teu semelhante, prosseguindo no teu destino, sem precisar dificultar o do próximo. Mas entende que, na estrada da vida, a melhor direção é aquela que te faz seguir o caminho da tua prioridade. Não te sintas culpado por viver à própria maneira.

Aprende com o teu passado, mas não estaciones nele
Não te apegues ao passado, quando isso acontece, há um retardo para o futuro, portanto não te preocupes com as dificuldades, obstáculos e escolhas erradas que já viveste, afinal isso nada mais é que a junção de uma história vivida, superada e adaptada dentro da tua consciência humana, uma evolução gradativa que te faz melhor, trazendo-lhe aprendizagem e auto-conhecimento.

Se estás satisfeito como és, com a forma como vives, não ligues para o que vão falar, pois quando te importas muito com opiniões alheias, deixas de viver as tuas. O mais importante de tudo é que realizes as tuas vontades e vivas os teus valores e, sobretudo, exerças o poder de ser exatamente quem és, reconhecendo e expressando a tua origem com toda a tua autenticidade, sem temor e vergonha.

Faz as escolhas que te agradam, interessam-te e inspiram-te, porque és tu quem quer e aprecia a grande oportunidade de projectar e elaborar a tua vida de forma nítida a partir da própria visão.

Quem faz a diferença na tua vida és tu. Sê a beleza do percurso da tua caminhada. Nada lhe fará mais bem do que os passos largos escolhidos e percorridos por ti mesmo.

Não desistas nunca de ser quem és, nem por nada nem por ninguém! É melhor ser feliz, em vez de se parecer feliz!

Créditos: Lucia Costa