Olhar o mar não é só relaxante: tem o poder real de mudar o teu cérebro e saúde mental. Não chega a ser segredo o facto de que ficar diante do mar, mesmo sem realizar mergulhos, ajuda a relaxar e experimentar sensação de bem-estar.

Através de um projeto chamado BlueHealth, a pesquisadora Lora Fleming e a sua equipa, da Universidade de Exeter, Inglaterra, mostrou o impacto do mar e das suas ondas na mente humana.

Ciência explica por que o mar ajuda a relaxar
De acordo com o estudo, os sons do mar activam o córtex pré-frontal do cérebro, área associada a emoções e auto-reflexões, fazendo com que a capacidade de bem-estar e auto-conhecimento seja ampliada.

As ondas dos oceanos, segundo a pesquisa, geram íons negativos que, absorvidos, promovem alterações moleculares no corpo, gerando sensação de paz e equilíbrio. Eles ainda são capazes de regular os níveis de serotonina, substância química produzida pelo organismo responsável pela melhora do humor e pela redução da ansiedade.

Foi constatado também que o cortisol, a hormona do stress, também tem os seus níveis reduzidos no organismo com o barulho das ondas do mar, que tem padrões de volume e frequência harmónicas e relaxantes.

Além disso, o som gerado pelo mar pode nos remeter aos ruídos que ouvimos quando estamos na barriga da nossas mães, o que provocaria grande impacto emocional inconsciente no que diz respeito a proteção e segurança.

Até mesmo visualmente o mar é capaz de transmitir calma e sensação de segurança, uma vez que sua superfície plana transmite estabilidade, afastando a preocupação e o stress causados pela imprevisibilidade do ambiente.