O país não pode parar “por causa de 5 ou 7 mil pessoas que vão morrer”, afirmou um empresário que foi amplamente criticado pelas suas declarações e acabou por pedir desculpas.

O empresário brasileiro Junior Durski, dono da rede de restaurantes Madero e sócio do possível candidato presidencial Luciano Huck, publicou o vídeo de oposição às medidas de contenção impostas pela pandemia da Covid-19 dizendo ser “totalmente contrário ao lockdown [encerramento de serviços]”.

O brasileiro, que tem a seu cargo oito mil funcionários, disse ainda que pode passar seis meses com os restaurantes fechados e manter os empregos. “Mas estou preocupado com o Brasil”, disse.

Podes ver o vídeo a seguir: