Que Nervos. Pedro Mourinho foi obrigado a fugir durante uma reportagem. O jornalista tem estado a acompanhar a guerra na Ucrânia colocando, por diversas vezes, a sua vida em risco.

Ele e Nuno Quá estavam na linha da frente da guerra quando foram mandados voltar para trás pelas tropas Ucranianas, dado estarem a haver explosões e tiros.

Enquanto saiam rapidamente do local de perigo, Pedro Mourinho relatava a situação dramática: “Nós viemos a uma linha da frente, fomos aqui trazidos por um antigo militar ucraniano. Aqui estão tropas ucranianas, do outro lado de lá estão as tropas russas. Aparentemente, havia uma espécie de tréguas.“, disse.

E continuou: “Sabíamos que durante a madrugada as tropas russas ficaram no terreno, não avançaram muitos mais, mas isso parece ter terminado exatamente agora, porque nós íamos avançar mesmo até um ponto da linha da frente e foi-nos dito que teríamos que recuar. Entretanto, começámos a ouvir tiros precisamente do outro lado, já caíram duas ou três granadas aqui bem perto de nós. Vamos ter que sair daqui de forma rápida, antes que as coisas piorem”, rematou o jornalista.

Podes ver o momento a seguir: