Não insistas quando o teu coração fica pesado, o melhor é ires. Se eu pudesse te dar um único conselho, seria esse. Isso porque um dos maiores erros que cometemos é insistir em algo que nos magoa, seja uma amizade, um namoro ou qualquer outra situação ou relação. Isso vai, aos poucos, acabando com a nossa saúde mental. E, muitas vezes, com a gente.

Por isso, não insistas em nada que te magoe, que te doa ou que te destrua. Não insistas em nada que não seja leve, que não seja bom ou que não seja recíproco. Não insistas em nada que não seja verdadeiro, que não venha da alma ou que não seja inteiro. Não insistas em nada e em ninguém que tenhas que implorar para ter por perto.

Não insistas em manter na tua vida quem não faz questão de ti. Isso simplesmente não vale a pena. Se não fores prioridade, não fiques. Mereces bem mais do que o papel de segunda opção.

Então não insistas em nada que te magoe, que sugue a tua energia e que te deixe triste. Não insistas em relações não recíprocas ou em namoros vazios. Aprende a deixar as pessoas saírem da tua vida, os sentimentos maus irem embora e as situações terminarem. Entende que algumas coisas não duram para sempre e que tá tudo bem.

Não há problema nenhum nisso. Por fim, não insistas em nada que deixe o teu coração pesado. Mereces sentir energia leve dentro de ti.

Créditos: Carolina Monsi (adaptado)