Serguei Lavrov pediu à NATO que deixe de armar Kiev. O ministro dos Negócios Estrangeiros russo pretende que a NATO e aos Estados Unidos parem de armar a Ucrânia, se “estiverem realmente interessados em resolver a crise ucraniana”.

Lavrov disse que “um fluxo contínuo de armas de todos os tipos tem entrado na Ucrânia através da Polónia e de outros países da NATO”.

E acrescentou: “Se os Estados Unidos e a NATO estiverem realmente interessados em resolver a crise ucraniana, então, acima de tudo, devem acordar e parar de entregar armas e munições ao regime de Kiev”, referiu Lavrov.