Após 150 meses de liderança, a SIC assume o pódio no que toca a audiências e Cristina Ferreira afirma que “a vida é uma vitória”.

Março é mês de festa em Paço de Arcos, já que a SIC venceu o mês de Fevereiro e acabou com o reinado de 150 meses de liderança da TVI. Os profissionais da estação estão ao rubro e foram muitos os agradecimentos.

Cristina Ferreira partilhou uma foto na qual se mostra agradecida e revela que: “A vida é uma vitória. Lutar é uma obrigação. Agradecer também. O meu hoje é feito de tudo. Desde o primeiro dia. O futuro nasce no passado. Obrigada a todos os que me ajudaram a construir. ❤️”

A apresentadora da SIC partilhou fotografias que dão conta desses mesmos momentos de muita união e festejos.

Em outro registo é possível ver a apresentadora e Daniel Oliveira a preparar-se para um abraço. Na legenda escreveu: “A união. De todos”, garantindo que a vitória não se deve apenas a si e ao diretor geral da SIC.

A diferença não foi muita, mas é uma mudança no paradigma da televisão nacional, já que a SIC fechou o mês com 18.6% de quota de mercado, o mesmo valor de Janeiro.

Já a TVI ficou-se por 18.5% de quota, menos 0.5% do que o mês de Janeiro. Por fim, a RTP ficou-se por 12.1%.

Claro que um dos motores destas alterações na audiências em Portugal foi o facto de Cristina Ferreira,  desde Janeiro de 2019 ter assumido as manhãs da SIC, elevando assim os níveis de audiência daquela estação.

Júlia Pinheiro também tem ganho à tarde e a TVI ainda apenas conseguiu liderar durante a noite.

Quanto aos canais por subscrição, a SIC Notícias termina mês de Fevereiro como o canal de informação mais visto pelos portugueses, alcançando 1.6% de share.

A SIC Mulher terminou o mês com 0.9% de share, a SIC Radical com 0.4% de share, a SIC Caras com 0.3% de share, subindo 0.1 p.p. face ao mês anterior e a SIC K com 0.2% de share.

SIC assume o pódio