O Sistema Nacional de Saúde para animais pode estar pronto até ao final do ano, revelou Laurentina Pedroso, a Provedora do Animal.

Em declarações à agência Lusa ela afirmou que “Esta ajuda não é só para cães e gatos, é para os animais

A medida será apenas “para animais em risco (…) um projeto desta envergadura deve ficar sob a alçada do Estado”.

A Provedora do Animal revela que: “A nível das faculdades é muito importante que tudo isso comece a ser feito já” e “de uma forma muito ativa”, disse.

“Este assunto é para estar resolvido, no meu entender, até ao final deste ano (…) o Estado está a fazer o seu papel de alocar verbas” e é agora necessário “criar uma máquina que saiba utilizar essas verbas”.

“Neste momento o Estado já alocou verbas. Chegam para executar um projeto desta natureza. Já não é uma questão de verbas, é uma questão de avançar. É uma questão de vontade, de saber desenhar este projeto”, disse ainda.

A Provedora do Animal, termina deixando o alerta: “quando as pessoas querem ter um animal de companhia, têm de perceber que ele necessita de cuidados: de alimentação, de cuidados médico-veterinários”.