Tribunal condenou Ricardo Salgado a seis anos de prisão, no processo Operação Marquês, onde estão envolvidos mais de 10 milhões de euros.

Salgado não presenciou a leitura da sentença quando o Tribunal deu como provado praticamente a totalidade dos factos da acusação.

O advogado do ex-presidente do Banco Espírito Santo, Francisco Proença de Carvalho, afirmou:Obviamente, não podemos concordar com esta decisão.

Ficou ainda comprovado que Salgado sofre da doença de Alzheimer.