Uma pessoa boa, não diz que é boa, as suas atitudes demonstram! Hoje em dia eu não procuro mais pelo melhor nas pessoas, eu procuro por tudo o que é real, porque a bondade às vezes vem disfarçada de falsidade, mas o que é real, vem despido e imperfeito.

A realidade é crua e não tem vergonha das suas feridas e cicatrizes. Pessoas de verdade são honestas, doa a quem doer, uma pessoa boa, não precisa falar que ela é boa, atitudes demonstram o que as palavras insinuam.

Eu afasto-me sem aviso prévio, de tudo e todos que promovam sentimentos negativos, em mim e nas pessoas a minha volta. A verdade é que, ninguém é perfeito, mas existem aqueles que tornam a imperfeição na coisa mais bonita que já viste. Porque eles não têm medo ou vergonha de expressar quem são por dentro e por fora.

Cuidado com aqueles que criticam demais, que estão sempre dispostos a fazer-te questionar se és bom o suficiente. Cuidado com os frustrados e amargurados, eles vão tentar te convencer que não vale a pena lutar para ser feliz.

Inveja? Não, eu não acredito em inveja, eu acredito em acomodados, que escolhem ficar estagnados, e se incomodam com quem vai à luta e faz acontecer, então sem essa de achar que todos têm inveja de ti.

Não te sintas tão especial, não te coloques num patamar acima dos outros, aqui nesse mundo, somos todos iguais. Não importa se acordas num apartamento com vista para o mar, que vale milhões, ou se acordas numa casinha simples no meio do nada, todos acordam sob o mesmo céu, e vão dormir sob a mesma lua, respiramos o mesmo oxigénio e bebemos da mesma água.

O que nos diferencia uns dos outros, é o quanto estamos dispostos a lutar, a evoluir, a ser e fazer melhor. A chegada e partida deste mundo, é a mesma para todos sem excepção. Então sê real, sê verdadeiro contigo mesmo acima de tudo. E que a tua bondade se manifeste em palavras, ações, olhares, sorrisos e em todo o amor que és capaz de dar e receber.

Sê verdadeiramente uma pessoa do bem, não para que ninguém saiba ou veja, mas para que experimentes a sensação de viver ao invés de somente existir.