É um momento triste e de luto na vida de Goucha e Rui Oliveira. Foi o companheiro de Goucha que partilhou nas suas redes sociais a morte da cadela: “Hoje morreu-nos a Amália!.
Foi atirada, não teria mais de dois meses, para dentro do nosso jardim em Fontanelas. Soube esconder-se entre a lenha não fosse a matilha fazer-lhe mal”
, começou por dizer.

“Só à noite dei por ela, faminta e cheia de sede. Ficou connosco até hoje e revelou-se uma cadela excepcional. A única a nadar na piscina sempre que se achasse com calores. Só nos deu alegria e um susto quando tocou numa lagarta do pinheiro. Tememos por ela, necrosou parte da língua mas continuou feliz até esta manhã”, refere Rui Oliveira.

“Morreu de velhice. Foi o Manuel Luis a dar com ela. Eu aqui no monte imagino como deve ele estar triste, mas logo … “the show must go on”. Obrigado Amália pelas alegrias que nos deste! @mlgoucha”, disse o companheiro de Goucha.