O vírus mortal da China já tem três casos confirmados em França dados pela ministra da Saúde. As três pessoas estiveram na China e estão hospitalizadas tendo-lhes sido iniciada uma “investigação epidemiológica”.

O novo vírus, causa pneumonia e já provocou a morte a pelo menos 26 pessoas. As autoridades chinesas consideram que o país está no ponto “mais crítico” no que toca à prevenção e controlo do vírus e colocaram em quarentena, impedindo entradas e saídas, três cidades onde vivem mais de 18 milhões de pessoas.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde anunciou a ativação dos dispositivos de saúde pública de prevenção, enquanto o Centro Europeu de Controlo de Doenças elevou para “moderado” o risco de contágio na União Europeia.