Alguns políticos europeus querem nomear Zelensky ao Nobel da Paz. Em comunicado enviado ao Comité do Prémio Nobel, foi solicitada a reabertura do processo de nomeação para que o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, e o povo ucraniano pudessem estar nomeados ao Prémio Nobel da Paz.

“Bravos homens e mulheres ucranianos estão a lutar para preservar a democracia e o autogoverno. Do desafio do presidente ucraniano democraticamente eleito, Volodymyr Zelensky, ao homem com lágrimas nos olhos dizendo adeus à sua família para lutar pelo seu país: pessoas de toda a Ucrânia estão a levantar-se para resistir às forças do autoritarismo. As nossas palavras de simpatia e apoio dificilmente podem fazer justiça aos sacrifícios que eles fazem pelos princípios dos direitos humanos e da paz.” – refere o comunicado.

E continua: “Acreditamos que agora é a hora de mostrar ao povo da Ucrânia que o mundo está do seu lado. Por isso, pedimos humildemente que o Comité, considere: estendendo e reabrindo o procedimento de indicação ao Prémio Nobel da Paz até 31 de março de 2022 para permitir uma indicação ao Prémio Nobel da Paz para o presidente Zelensky e o povo da Ucrânia”, diz ainda.

Desde que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, começou a dar sinais de que invadiria a Ucrânia, o nome de Volodymyr Zelensky, até então pouco conhecido, passou a receber grande destaque internacionalmente.